domingo, 28 de junho de 2020

Quinta das Bágeiras 1991 Velha Reserva Bruto natural


A idade é um estatuto


Há vinhos que melhoram com a idade. Há vinhos que são únicos e especiais. Não nada vulgar um espumante com quase 20 anos de estágio, não me recordo de mais nenhum a nível nacional, e não haverá muitos a nível internacional. Este é o verdadeiro "Velha Reserva", um termo que se pode aplicar a espumantes nacionais com mais de 3 anos de estágio, mas que para esses casos, fica melhor a alternativa Grande Reserva, aliás, uma referência também produzida na Quinta das Bágeiras.


Permitam-me a descrição de ouro velho para a cor, em tudo coerente com a idade, límpido e brilhante. De aroma evoluído, naturalmente, mas vivo, geleia, fruto seco e fruta cristalizada, mel, fumo, pão doce, é algo de grande complexidade, fino, enigmático, que evolui no copo. Um espumante seco, como é apanágio do produtor, mas de uma extrema elegância, com uma textura macia, vivo na frescura, bolha delicada mas ainda presente, toque salino no final, grande complexidade e persistência. Um daqueles espumantes que dão que pensar, uma experiência que todos os amantes de espumante devem ter pelo menos uma vez na vida.

#avinhar
#vinho #espumante #bruto #brutonatural #velhareserva #bairrada
#portugal #sparklingwine #brut #brutnature
#velhossaoostrapos

Sem comentários:

Publicar um comentário